10 de ago de 2015

Historia da Maquiagem

Ola meus amores.
Fiz algumas pesquisas e achei um site super legal com estas informações, deixarei o site no final do post para vocês terem acesso a matéria completa.

No Egito a maquiagem tornou-se parte da higiene diária e toma função de requinte. Começa então a maquiagem como ritual de beleza. É no antigo Egito que vamos encontrar os primeiros testemunhos do uso de cosméticos. 



As misturas de metais pesados davam o tom esverdeado para impregnar e proteger as pálpebras dos nobres. É também com a civilização egípcia que surge a distinção: "Mulher de pele clara" e "Homem de pele escura". Cleópatra bem representou o ideal de beleza daqueles tempos. Carismática e poderosa, ela imortalizou seu tratamento banhando-se em leite, cobrindo as faces com argila e maquilando seus olhos com pó de khol (ingrediente obtido inicialmente pelos árabes, de uma poeira preta que foi condensada e solidificada, dando origem ao produto que as mulheres usavam).

Passando para Roma, as mulheres usavam máscaras de farinha, miolo de pão e leite durante a noite sobre o rosto para melhorar a pele. Dizia-se que Pompeia (segunda esposa do imperador romano Nero) tinha a pele muito branca graças ao resultado de constantes banhos em leite de jumenta. Ela lançou moda e todas as romanas mais nobres eram dadas às máscaras noturnas, em que ingredientes como farinha de favas e miolo de pão se combinavam ao leite de jumenta diluído para formar papas de beleza. Esta aparência translúcida foi imitada em misturas de giz, pasta de vinagre e claras de ovos durante muitas décadas.

O avô do batom era feito na Roma antiga, com uma pasta a base de cevada, chifre de veado, mel e salitre. No Egito a fórmula do produto para colorir os lábios era ainda pior, pois se usava iodo, bromo de manitol e outros produtos extremamente tóxicos. A ideia de maquiar e cuidar dos lábios com um produto só se tornou viável no século XVII, com a criação de pomadas coloridas, que passaram por muitas mutações até chegarem no formato atual do batom, que só ocorreu há pouco mais de cem anos.

Na imagem, a rainha Elizabeth I, responsável por popularizar o batom vermelho no século XVI

























No site tem muitas outras informações.
 https://www.portaleducacao.com.br/estetica/artigos/27189/historia-da-maquiagem